Itinerário das Dolomitas. As montanhas como Património Mundial da UNESCO

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês

Em 2009 as Dolomitas foram declaradas Património Mundial da UNESCO. As Dolomitas, formadas por 18 picos com mais de 3.000 metros de altura, foram incluídas na lista da UNESCO pela beleza das suas paisagens, consideradas entre as mais belas paisagens de montanha do planeta Terra. Outras razões são a geomorfologia especial destas montanhas e a sua integridade do ponto de vista da natureza. Este artigo descreve um itinerário das Dolomitas, que ver uma das áreas mais espetaculares das Dolomitas.

São 9 as áreas das Dolomitas, localizadas nas três regiões italianas do Trentino-Alto Ádige/Südtirol, do Vêneto e do Friul-Veneza Júlia, que fazem parte do património mundial: Pelmo-Croda da Lago (Vêneto); la Marmolada (Trentino-Alto Ádige-Südtirol/Vêneto); as Dolomitas Friulanas e d’Oltre Piave (Friul-Veneza Júlia/Vêneto); Puez-Odle/Puez-Geisler/Pöz-Odles (Trentino-Alto Ádige/Südtirol); le Pale di San Martino, San Lucano nas Dolomitas Belunesas e Vette Feltrine (Trentino-Alto Ádige-Südtirol/Vêneto); Rio delle Foglie (Trentino-Alto Ádige/Südtirol); as Dolomitas Setentrionais Cadorine (Trentino-Alto Ádige-Südtirol/Vêneto); Sciliar-Catinaccio (Trentino-Alto Ádige/Südtirol); as Dolomitas de Brenta (Trentino-Alto Ádige/Südtirol).

A rota descrita aqui é circular com início e fim em Ortisei/St. Ulrich e estende-se por 130 km através de Ortisei/St. Ulrich, Santa Cristina/St. Christina, Selva, Plan de Gralba, Corvara in Badia, La Villa, Pedraces, San Cassiano, Andraz, Arabba, Passo Pordoi, Passo Sella/Sellajoch. O percurso pode ser feito de carro, mas também de motocicleta – um “clássico” conhecido internacionalmente – e pelos desportistas de mountain bike. 

Descrição: O itinerário corre entre Val Gardena/Gröden e o Gruppo Sella/Sellagruppe, tocando Arabba no Vêneto numa sucessão de maciços majestosos, paredes de tirar o fôlego e vistas pitorescas. Ele está entre as estradas cênicas mais populares e bonitas dos Alpes e tem o cenário incomparável das Dolomitas, “a mais bela arquitetura do mundo” de acordo com a famosa definição do famoso arquitecto Le Corbusier. Devido à sua capacidade de atingir os pontos de partida de muitos passeios mais fascinantes das Dolomitas e a riqueza de instalações para desporto e lazer, que são encontrados ao longo do caminho, é uma rota ideal para os caminhantes, os amantes da caminhada nórdica, do trekking, das escaladas, do parapente e doutros desportos de montanha.

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

A rota começa a partir de Ortisei/St. Ulrich, a pérola do Val Gardena/Gröden em menos de 10 km vamos para Santa Cristina/St. Christina e Selva di Val Gardena, atrás da qual encontra-se o Parque Regional Puez-Odle, o ponto de partida para muitas caminhadas e escaladas no coração das Dolomitas. Continuando a leste chegamos para Plan de Gralba. A partir daqui merece subir por teleférico para 2.239 metros: Chegamos ao Rifugio/cabana de montanha Piz Selva, de onde existe uma visão realmente emocionante do alto Vale Gardena/Gröden, do Gruppo Sella/Sellagruppe e de Odle.

Seguindo a estrada statale 243 antes de chegar a Corvara encontra-se a subida, que leva ao Passo Gardena/Grödner Joch: No maciço Sella o panorama é verdadeiramente espectacular a 2.121 m. Em Corvara entra no Alto Vale Badia, agora um dos destinos mais exclusivos e fascinantes dos Alpes. No vale são algumas estâncias de férias bem conhecidas, rodeadas por prados e bosques e no fundo as Dolomitas, que elevam-se majestosamente e de noite elas transformam-se em cor-de-rosa num show único do mundo – primeiro La Villa e em seguida Pedraces, de onde pode realizar muitas excursões.

Particularmente interessante é a subida de teleférico até o santuário da Santa Cruz (Santa Croce), construído no final do século XV ao pé da Croda Santa Croce no magnífico cenário das Dolomitas: Vale a pena descer a pé com uma bela e pouco exigente caminhada, possivelmente ajudado por palitos de caminhada nórdicos. A estrada em seguida leva a San Cassiano, uma estância turística animada ao pé da Varella, ideal para férias de verão e pelo inverno, conhecida pelos seus excelentes restaurantes subindo pela Armentarola.

Chegamos então a Andraz e ao vale superior do Cordevole com a famosa estância de férias de Arabba, dominada pelo maciço montanhoso do grupo de Sella/Sellagruppe, que com suas paredes íngremes e um topo plano é um dos símbolos da paisagem de montanha das Dolomitas. A partir daqui pode fazer várias excursões: São muitos caminhos para escaladores experientes e treinados, mas também para os amantes da natureza simples, que querem caminhar através das rochas majestosas com a sua rica história. Subindo confortavelmente por teleférico, pode alcançar por exemplo a passagem da Porta Vescovo, que oferece uma bela vista sobre à outra grande montanha, que domina a paisagem: A Marmolada. Indo mais longe há outros altos e baixos: O Passo Pordoi e o Passo Sella/Sellajoch, a partir dos quais a estrada vai em direção do Vale Gardena/Gröden em Ortisei/St. Ulrich, o ponto de partida deste itinerário.

Lago Fedaia, Trentino-Alto Ádige, Itália. Autor Dirgela

Lago Fedaia, Trentino-Alto Ádige, Itália. Autor Dirgela

Não perca: A rota ao redor do maciço Sella é conhecido como o “Giro dei 4 passi”, porque toca os passos Sella, Pordoi, Campolongo e Gardena/Grödner Joch. No verão é uma etapa “lendária” para os ciclistas e motociclistas, que o atravessam vindo do interior da Itália e do exterior e no inverno é um das mais famosas áreas de esqui do mundo (a Sellaronda). Para os entusiastas da motocicleta há caminhos únicos com uma série interminável de curvas, subidas e descidas e miradouros, que mudam com cada curva, tudo enquadrado da paisagem inesquecível das Dolomitas. A excursão, que no seu conjunto é de 55 quilómetros de comprimento, pode começar a partir de qualquer aldeia ao redor do maciço Sella (Canazei, Selva di Val Gardena, Corvara, Colfosco, Arabba) e pode também ser feita a pé, usando a combinação de teleférico, autocarro público e trilhas.

Informações

A oferta turística do Val Badia/Gadertal é realmente rica: O Alta Badia Mountain Pass, disponível em lojas, associações de turismo e teleféricos, permite o uso de 10 elevadores e de transportes públicos com vários descontos em muitas estruturas do vale. O Mountain Pass dá acesso gratuitamente para o Sella Ronda Bus, o serviço de transporte público em torno do grupo Sella/Sellagruppe com 30 paragens intermediárias, onde pode sair para ir a pé ou fazer caminhadas. A grande novidade “verde” da temporada de verão é uma grande oportunidade para a Ronda de Sella com a ajuda de teleféricos e ligações de autocarro, evitando o uso do carro próprio ao longo das passagens de montanha. Deve-se ter só um bom par de botas e roupas adequadas para fazer uma simples caminhada de montanhas. O circuito, que pode ser feito no sentido horário ou anti-horário, não apresenta dificuldades técnicas. É adequado para todos os caminhantes e é sobretudo recomendado para famílias com crianças. A rota corre em parte a pé, em parte com os teleféricos e às vezes com o autocarro. Os teleféricos da Alta Badia e as ligações de autocarro são gratuitos para todos, que possuem o Alta Badia Mountain Pass. O cartão dá também a possibilidade de desconto pelo sistema, que liga a Alta Badia com o Val Gardena/Gröden. A viagem é um percurso de mais de 50 km e pode ser percorrida num dia com a ajuda dos meios mencionados. Muitas vantagens tem o Valgardena Card, que dá a oportunidade de visitar o vale durante 7 dias, utilizando autocarros e elevadores de esqui como teleféricos e telecadeiras.

Hotéis

Pesquisa de hotéis, B & B e Agroturismos

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

A Alta Badia/Gadertal, o Val Gardena/Gröden e Arabba têm uma forte tradição do alojamento: Hotéis de diferentes categorias satisfazem as necessidades de todos os tipos de clientes. Muitas vezes equipados com termas e centros de bem-estar. Os hotéis históricos desta região dos Alpes combinam conforto e hospitalidade: Há algo para todos os gostos desde o mais luxuoso para o mais íntimo, ideal para famílias e jovens à procura de relaxamento. Os amantes do ar livre têm acesso a parques de campismo modernos e numerosas áreas para campistas. Há muitas cabanas de montanha, que oferecem comida e alojamento e em algumas há também música ao vivo. Desde trattorias simples e restaurantes típicos até os grandes restaurantes, que preparam com grande habilidade pratos de sabores alpinos para as cabanas de alta montanha. Do ponto de vista gastronómico a oferta gastronómica é muito ampla e tentadora. Muitos alojamentos ao longo deste percurso são hotéis equipados para acomodar os motociclistas e ciclistas.

Eventos

Em julho há a Maratona das Dolomitas (Maratona delle Dolomiti), rainha das maratonas da Europa: A partir do centro de La Villa em Val Badia/Gadertal ela desenvolve-se ao longo dos passos das Dolomitas de Campolongo, Pordoi, Sella, Gardena/Grödner Joch, Giau, Falzarego e Valparola até Corvara. Em julho ocorre também a Ronda Bike Day, uma ciclovia, que corre ao longo de mais de 70 km para uma subida total de 1.800 metros ao longo dos passos de montanha de Gardena/Grödner Joch, Campolongo, Pordoi e Sella. A Ronda Bike Day é também animada por ofertas gastronómicas, fornecendo o menu do ciclista a um preço fixo nos restaurantes e cabanas de montanha ao longo do caminho e muitos eventos marginais nos vales. O Val Badia/Gadertal não tem apenas vistas deslumbrantes, caminhadas e desporto, mas também muitos eventos culturais, que animam o verão: Encontros com autores e caminhadas oferecidas semanalmente para descobrir tradições e arquitetura do lugar e as lendas ladinas. A paixão pela música local é expressa pela Grande Festa delle Bande com mais de 40 bandas das aldeias do Vale Badia/Gadertal e do Vale Pusteria/Pustertal, concertos e shows folclóricos em Corvara nos meados de julho e o Festival de Jazz do Vale Badia (Val Badia Jazz festival), um espetáculo itinerante, hospedado em agosto em várias instalações, localizadas nas aldeias pitorescas sobre o vale. Não perca os eventos com música e danças tradicionais, debates e conferências sobre o tema ou concertos de música clássica, oferecidos pela Associazione Culturale Badiamusica. O Vale Gardena/Gröden oferece muitas iniciativas e eventos de verão, que vão desde as Settimane Bambino Estate, programas de entretenimento especiais para crianças e jovens com visitas guiadas, cinema e passeios pela natureza, excursões com guias de montanha e para Unika, uma exposição de escultura em madeira do Vale Gardena/Gröden, que é realizada no início de setembro.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

About admin

banner