Castello del Valentino, Turim, Piemonte. Autor Golden globe

O Piemonte o que ver: as atrações turísticas

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês

Piemonte

Piemonte

O Piemonte é uma região do norte da Itália, que está localizada na extremidade ocidental do país, cercada por três lados por montanhas e inclui o lado oeste do vale do Pó. A região é delimitada a oeste pela França, ao sul pela Liguria, ao sudeste por uma curta distância pela Emília-Romanha, ao leste pela Lombardia, ao norte pela Suíça e ao noroeste pelo Vale de Aosta.

O território do Piemonte consiste principalmente de montanhas por 43,3%, por colinas por 30,3% e 26,4% do território é constituído por planícies. Ao sul na fronteira com a Ligúria há as montanhas dos Apeninos da Ligúria. Na parte sul da região existem as colinas do Langhe, Roero e Monferrato.

Para o oeste ao longo da fronteira com a França ergue-se a cadeia montanhosa dos Alpes ocidentais, sobretudo os Alpes Marítimos e os Alpes Cócios. Sem a presença de cadeias de preparação como os Pré-Alpes estas montanhas erguem-se abruptamente da planície. Nesta secção dos Alpes ao longo da fronteira com a França a montanha mais alta da área piemontesa é o Monviso com 3.841 metros nos Alpes Cócios.

Os Alpes Graianos estendem-se pelo norte ao longo da fronteira com a França e o Vale de Aosta. Nesta área o Gran Paradiso com 4.061 metros é a montanha mais alta, mas seu pico está completamente no Vale de Aosta. Apenas a ponta Roc com 4.026 metros, uma parte do maciço do Gran Paradiso, encontra-se no Piemonte.

Sacra di San Michele, Valle di Susa, Piemonte. Autor GJo

Sacra di San Michele, Valle di Susa, Piemonte. Autor GJo

Para o norte ao longo da fronteira com o Vale de Aosta e a Suíça estendem-se os Alpes centrais, quer dizer as cadeias dos Alpes Peninos e os Alpes Lepontinos. Nos Alpes Peninos a montanha mais alta do Piemonte é o Grenzgipfel com 4.618 metros, que é um pico secundário da Punta Dufour do maciço do Monte Rosa, embora a Punta Nordend com 4.609 metros sempre no maciço do Monte Rosa seja geralmente considerada a montanha mais alta do Piemonte, o outro sendo apenas um pico secundário.

O rio Pó, que possui no Piemonte nas encostas do Monviso suas nascentes, atravessa a região de oeste para leste através de Turim, a capital regional. Na parte norte da região existem os dois maiores lagos do Piemonte: O Lago Maior/Maggiore com 212 km², um lago glacial, compartilhado com a Lombardia, e em menor grau com a Suíça. O outro lago muito menor é o lago de Orta com 18,2 km² a poucos quilómetros a leste do Lago Maior/Maggiore.

O Piemonte o que ver: as atrações turísticas

O Piemonte é uma região rica em diversas paisagens naturais, rodeado pelas montanhas dos Alpes e dos Apeninos, apresenta paisagens de montanha e lagos, belas áreas colinares cultivadas com vinhas, planícies e algumas cidades de arte interessantes.

Turim, primeira capital da Itália unida, é uma cidade fundada pelos romanos, mas que desenvolveu-se principalmente nos últimos séculos. A cidade tem museus interessantes de classe mundial como o Museu Egípcio e o Museu Nacional de Cinema (dentro da Mole Antonelliana) e as Residências da Casa de Sabóia como a Venaria Reale e relíquias sagradas como o Santo Sudário.

Castello del Valentino, Turim, Piemonte. Autor Golden globe

Castello del Valentino, Turim, Piemonte. Autor Golden globe

Entre os pontos turísticos mais visitados são os lagos, em primeiro lugar o Lago Maior/Maggiore e em seguida o Lago de Orta. Ao longo do Lago Maior/Maggiore há locais populares para o turismo internacional como Stresa, Intra, Pallanza, Verbania e as Ilhas Borromeu.

Muito bom do ponto de vista da paisagem são as áreas colinares como o Langhe e Monferrato. Esta última é rica em castelos. Estas áreas colinares são particularmente bonitas para visitar durante a vindima entre final de setembro e outubro.

Mole Antonelliana, Turim, Piemonte. Autor sailko

Mole Antonelliana, Turim, Piemonte. Autor sailko

Outras visitas interessantes podem ser feitas nas cidades como Asti, Casale Monferrato, Alba e Vercelli. Depois há cidades como Susa, Tortona, Turim e Acqui Terme com as suas ruínas romanas. As inúmeras vilas medievais históricas como Mombaldone, Chianale, Cortemilia, Bergolo, Neive, Orta San Giulio, Candelo, Macugnaga, Ostana, Saluzzo, Usseaux, Garessio e Levice. Os Sacri Monti do Piemonte e as muitas Residências da Casa de Saboia, espalhadas pela região inteira.

Muito popular é o turismo alpino graças à presença de estâncias de esqui como Sestrière, Sauze d’Oulx, Bardonecchia, Limone Piemonte, Prato Nevoso, Alagna Valsesia e Macugnaga. O Piemonte tem também estâncias termais importantes como as termas de Acqui Terme, Vinadio, Lurisia, Bognanco e Agliano Terme.

Há muitas áreas naturais protegidas do Piemonte, incluindo dois Parques Nacionais como o Parque Nacional do Gran Paradiso e o Parque Nacional do Val Grande, que é a maior área selvagem da Itália.

A comida e o vinho fazem parte das principais razões para visitar o Piemonte. Nesta região são produzidos alguns dos mais famosos vinhos italianos como o Barolo, Barbaresco, Barbera, Moscato d’Asti e Dolcetto bem como o precioso Asti Spumante. Excelente são os queijos piemonteses, dos quais dez tem uma Denominação de Origem Protegida (Denominazione di Origine Protetta/DOP). Entre os pratos típicos encontramos a Bagna càuda, os Agnolotti, a Panissa, o Bollito misto (cozido misto), o Brasato al Barolo, o fritto misto alla piemontese. Entre as sobremesas há o chocolate Gianduia (Gianduiotti) e a Panna Cotta. Existem muitos tipos de carnes frias. Finalmente as trufas de Alba são famosas.

Monte Rosa, Piemonte. Autor Alagna

Monte Rosa, Piemonte. Autor Alagna

Entre os sítios piemonteses, que a UNESCO incluiu na lista dos sítios do património mundial da humanidade encontramos:

  1. Residências da Casa de Saboia (1997). Fazem parte do património da UNESCO: O Castello di Pollenzo, o Castello di Govone, o Castello di Racconigi, o Castello di Agliè, a Reggia di Venaria Reale, o Castello di Rivoli, o Castello di Moncalieri, a Villa della Regina, o Castello del Valentino, o Borgo castello nel parco della Mandria, o Palazzo Carignano, a Palazzina di Caccia di Stupinigi, Palazzo Madama e Zona di Commando.
  2. Sacri Monti do Piemonte e da Lombardia (2003). Existem no Piemonte sete locais: Sacro Monte, a “Nuova Gerusalemme” di Varallo Sesia (Vercelli), Sacro Monte di S.Maria Assunta di Serralunga di Crea (Alessandria), Sacro Monte di San Francesco de Orta San Giulio (Novara), Sacro Monte della Beata Vergine, Oropa (Biella), Sacro Monte della SS.Trinità, Ghiffa (Verbania), Sacro Monte Calvario, Domodossola (Verbania), Sacro Monte di Belmonte, Valperga Canavese (Turim).
  3. Sítios palafíticos pré-históricos em redor dos Alpes (2011). Eles incluem dois locais em Piemonte: Mercurago perto do Lago Maior/Maggiore e Emissário (Azeglio, Viverone).
  4. Paisagem vinícola do Piemonte: Langhe-Roero e Monferrato (2014).

Enquanto esses locais estão programados para ser registrados:

  1. O Lago Maior/Maggiore e o Lago de Orta
  2. A cidadela de Alessandria
  3. A cidade industrial de Ivrea

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

About admin

banner
Close
GDPR
Le leggi dell'UE richiedono che chiediamo il tuo consenso all'uso dei cookies. Utilizziamo i cookie per garantire che il nostro sito funzioni correttamente. Alcuni nostri partner pubblicitari raccolgono anche dati e utilizzano i cookie per pubblicare annunci personalizzati.




Sottoscrivete il nostro canale YOUTUBE:
Seguiteci su Facebook
Restate informati su Famiglia e Salute