Panorama, Loreto, Marche. Autor Maceratesi Olivier

Loreto: a vila-santuário das Marcas

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês

Loreto com 12.000 habitantes é uma vila agradável das Marcas na província de Ancona, localizada numa colina perto do mar, rodeada por uma paisagem cultivada com oliveiras em 127 metros de altura. A vila é cheia de testemunhos artísticos de mérito e parcialmente cercada ainda por paredes do século XVI. É bem conhecida por causa dum dos principais santuários italianos: O Santuário da Santa Casa.

A tradição conta, que em 1291, quando os muçulmanos invadiram a Palestina, os anjos levaram a casa da Virgem Maria de Nazaré a Tersatto (Trsat – hoje um bairro da cidade de Fiume/Rijeka) na antiga Ilíria e três anos mais tarde a casa da Virgem Maria foi transportada mais uma vez pelos anjos para Loreto no dia 10 de dezembro de 1294. É a casa, onde a Virgem Maria nasceu e recebeu o anúncio do nascimento de Jesus.

Uma parte da residência está localizada em Nazaré e consiste duma caverna esculpida na rocha, em que a Basílica da Anunciação de Nazaré foi construída, enquanto a casa de tijolos em frente está localizada em Loreto no seu Santuário. Escavações arqueológicas mostram, que tanto a caverna que as paredes da casa encaixam-se perfeitamente. Interessantes são os grafites, que remontam à tradição judaico-cristã, que são visíveis nas paredes da casa. A Santa Casa foi transferida três vezes pelos anjos antes de encontrar um lar permanente. Inicialmente desembarcou no território de Recanati na floresta, em seguida por causa de ladrões foi transferida numa colina não longe dali, pertencentes a dois irmãos, mas por causa da ganância deles foi transferida no meio duma rua pública sem fundações perto duma floresta. É o lugar, onde está ainda agora, em torno do qual o santuário foi construído.

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Massimo Macconi

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Massimo Macconi

Pesquisas filológicas e arqueológicas sugerem, que o transporte da Santa Casa veio com o navio humano. Há também um documento, datado de 1294, que conta a história dum déspota do Épiro da família Angeli, que em dar a sua filha em casamento, deu-lhe um dote, bem como inúmeros itens até mesmo as pedras, que constituíam a Santa Casa.

Hoje Loreto é o lar de 3,5 milhões de peregrinos a cada ano e os feriados, que são lembrados, são: A Anunciação (25 de março), a Natividade (8 de setembro), o deslocamento da casa (9/10 de dezembro). É importante lembrar, que a cada ano no período imediatamente após a Páscoa é realizado em Loreto um festival de música sagrada, conhecido como Virgo Lauretano.

LORETO QUE VER: AS ATRAÇÕES TURÍSTICAS DA VILA SANTUÁRIO

A principal atração turística da vila de Loreto é o Santuário da Santa Casa, que é um dos mais importantes santuários marianos na Itália. Mas em Loreto pode fazer ainda algumas visitas interessantes: A bela loggia ladeando a Basílica contendo o Palácio Apostólico e os muros da vila, datando do século XVI. Muito bonitas são as fontes, que datam do século XVI, criadas para saciar os peregrinos e que embelezam numerosas ruas bem como o aqueduto de 1614 por Giovanni Fontana e Carlo Maderno.

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Massimo Macconi

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Massimo Macconi

Antes de entrar na área do Santuário pode visitar a Piazza Leopardi, em que num lado existe um pórtico, que data do século XVIII e no meio do qual encontra-se uma fonte chamada dos Galli (século XVII), porque foi encomendada pelo cardeal António Maria Gallo, em que observam-se decorações de bronze. Para o oeste percebe a Via Brancondi, através da qual chegamos a Monte Ciotto, onde podemos desfrutar o panorama da vila, do Santuário e do vale do Rio Musone e do Mar Adriático. Para o norte da Piazza Leopardi vai chegar à Porta Romana, através da qual entra na vila, defendida por muralhas equipadas com merlões e quatro baluartes. Datada de 1590 a porta contém relevos, que falam da Santa Casa e de dois Profetas.

Além da Porta Romana chegamos à praça Garibaldi, onde está a antiga Câmara Municipal. A partir daqui ao longo do Corso Boccalini juntamente com a vista para o Palácio da Província vai chegar no coração de Loreto: A Piazza della Madonna monumental. No centro da praça fica a Fonte de Nossa Senhora do século XVII. Na praça há os edifícios mais importantes de Loreto: O Santuário da Santa Casa e o Palácio Apostólico.

Fresco por Luca Signorelli, Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Web Gallery of Art

Fresco por Luca Signorelli, Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Web Gallery of Art

O Palácio Apostólico possui um importante arquivo histórico da Santa Casa. Os primeiros documentos datam do século XII. É a sede da delegação pontifícia e da Congregação Universal da Santa Casa de 1883, fundada para difundir o culto da Santa Casa e recolher ofertas para embelezar a Basílica. O edifício é atravessado por uma bela varanda, um trabalho de Bramante e doutros artistas como António da Sangallo, o Jovem, Raniero Nerucci e Vanvitelli. Dentro da varanda notam-se as janelas, ladeadas de portões bonitas, que uma vez serviram como entrada para as celas dos monges, mas representam agora no verão uma espécie de enfermaria para os peregrinos. Interessante é a visita à galeria-museu de arte, que está localizado no primeiro andar do Palácio. É composto de 27 quartos, onde há tapeçarias, pinturas (1500-1600), mobiliário, cerâmica (1700) e objetos de decoração.

LORETO: SANTUÁRIO DA SANTA CASA

A basílica de Loreto foi iniciada em 1468, passando por influências góticas e renascentistas graças aos arquitetos de renome como Bramante, Marino di Marco Cedrino, Giuliano da Majano, António da Sangallo, o Jovem e muitos outros. A construção foi concluída em meados do século XVIII com o treinador da torre sineira, construída em tijolo e pedra da Ístria pelo arquiteto Luigi Vanvitelli. A fachada bonita de estilo renascentista foi desenhada por Giovanni Boccalini.

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Zitumassin

Basílica da Santa Casa, Loreto, Marche. Autor Zitumassin

Para entrar no santuário não podemos deixar de notar as belas portas de bronze, cujos baixos-relevos narram cenas bíblicas. O interior é constituído por três naves divididas por doze colunas, por treze capelas, contendo belas obras de arte na cúpula octogonal do tipo brunelleschiano, projetada por Giuliano da Sangallo, pela sacristia de San Marco, decorada com afrescos do século XV por Melozzo da Forlì e finalmente pela Santa Casa, tudo coberta de mármore branco por Bramante, onde artistas famosos como Andrea Sansovino mostraram toda a sua habilidade, embelezando-la de decorações, estátuas, nichos, esculturas, que lembram as verdadeiras glórias da Virgem Maria, anunciadas por sibilas e profetas.

Logo debaixo da cúpula da basílica há a Santa Casa. O interior consiste duma área rectangular, que mede 9,5 metros por 4 metros e 4,32 metros de altura. As três paredes, que contêm pedras de Nazaré, são de 3 metros de altura, levantando-se do chão sem uma base e representam o lugar, onde a Virgem Maria nasceu e viveu antes de casar com José. Pode admirar algumas dicas de afrescos, que datam do século XIV, que mostram a Madonna com os Santos e lâmpadas, em que queima dia e noite o famoso óleo de Loreto, que penduram acima da abóbada da Santa Casa. Interessante é o altar de mármore moderno, sob o qual graças às grelhas pode ver o original românica, que provavelmente remonta ao século XIII. Acima do altar vemos a imagem de Nossa Senhora de madeira de cedro, a famosa Madonna Negra, que originalmente tinha sida substituída por um ícone e em seguida passando para uma estátua de madeira, que a fumaça de lâmpadas de óleo teve enegrecido. Em seguida, devida a um incêndio em 1921, foi destruída e substituída pela presente estátua.

COMO CHEGAR DE CARRO: Pegue a A 14 Bolonha – Taranto e saia em Loreto. Depois dum km chegará ao Santuário.

COMO CHEGAR DE COMBOIO: Tome a linha de Ancona – Pescara e desça na estação de Loreto.

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

About admin

banner