Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul o que ver: as atrações turísticas

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês

Trentino-Alto Adige

Trentino-Alto Adige

O Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul é a região mais setentrional da Itália, onde está localizado o ponto geográfico mais ao norte do Estado italiano: O Monte Vetta d’Italia/Klockerkarkopf. A região é limitada a norte pela Áustria e a noroeste pela Suíça, enquanto a sudoeste faz fronteira com a Lombardia e ao sudeste e leste com o Vêneto. O Alto Ádige/Tirol do Sul é caracterizado pela presença duma maioria de língua alemã, nativa nesta província autónoma, e por uma minoria de língua ladina, que vive no Vale de Fassa, no Vale Gardena/Grödnertal, no Vale Badia/Gadertal e no Vale Marebbe.

O Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul ocupa a bacia do rio Ádige e inclui também uma grande parte da cordilheira das Dolomitas. O extremo norte do Lago de Garda faz parte do Trentino. A maior parte do território é constituído por montanhas e as florestas cobrem 70% da superfície regional.

Entre as montanhas mais espetaculares são as Dolomitas, que ocupam a parte leste da região em direção à fronteira com o Vêneto. A Marmolada com 3.343 metros é a montanha mais alta das Dolomitas. Na fronteira com a Lombardia há as cordilheiras importantes do Adamello-Presanella com 3.558 metros e Ortles/Ortler-Cevedale, onde fica a montanha mais alta do Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul: O Monte Ortles/Ortler com 3.905 metros, onde existem outros picos impressionantes como o Gran Zebrù com 3.857 metros e o Monte Cevedale com 3.769 metros. Perto destas cadeias de montanhas existem também as Dolomitas de Brenta, o único grupo das Dolomitas, que está localizado a oeste do rio Ádige.

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Para o norte ao longo da fronteira com a Áustria encontram-se os Alpes Réticos orientais/Rätische Alpen, formados pelas serras dos Alpes do Vale Venosta/Vinschgau com o Monte Palla Bianca/Weisskugel com 3.738 metros, dos Alpes Breonie, dos Alpes Aurine e dos Alpes Pusteresi. Existem várias passagens de montanha, que abrem-se nestas cadeias de montanhas. Os mais importantes são a passagem do Passo del Brennero/Brennerpass com 1.372 metros e o Passo di Resia/Reschenpass com 1.504 metros.

Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul o que ver: as atrações turísticas

O Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul tem uma longa tradição de turismo. Já durante o Império dos Habsburgos a região era um importante destino para férias e para tratamentos termais. Hoje o Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul é conhecido pelo turismo de montanha, tanto no verão que no inverno graças à presença de muitas estâncias de férias e grandes áreas de esqui com elevadores modernos, que permitem a prática do desporto de inverno, do alpinismo e das caminhadas. Entre as cidades da região valem a pena de visitar Trento, Bolzano/Bozen, Merano/Meran, Bressanone/Brixen, Rovereto, Brunico/Bruneck, Vipiteno/Sterzing e Glorenza/Glurns.

No Trentino uma localidade célebre é Madonna di Campiglio, uma famosa estação de esqui e estância de férias, localizada entre as Dolomitas de Brenta, o Adamello e o Presanella. Mais ao norte encontram-se Folgarida, Marilleva, Peio e a estância de esqui de Passo del Tonale.

Nas Dolomitas do Trentino o Val di Fiemme e o Val di Fassa são as áreas turísticas mais desenvolvidas. Os centros mais movimentados são Cavalese e Predazzo no Vale di Fiemme, Moena e Canazei no Vale di Fassa, próximos ao Grupo Sella e a Marmolada. No vale superior do Primiero nas montanhas do Pale di San Martino fica a vila de San Martino di Castrozza.

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Dolomitas, Trentino-Alto Ádige e Vêneto. Autor e Copyright Marco Ramerini..,

Nas Dolomitas do Alto Ádige/Tirol do Sul o Val Gardena/Grödnertal com os centros de Ortisei/St. Ulrich, Santa Cristina Valgardena/St. Christina in Gröden e Selva di Val Gardena/Wolkenstein in Gröden e o Vale Badia/Gadertal com o centro de Corvara in Badia (Corvara) são os principais destinos para os entusiastas do desporto de inverno. Itinerário nas Dolomitas.

No Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul a natureza é protegida pelo Parco Nazionale dello Stelvio/Nationalpark Stilfser Joch e por inúmeros Parques Regionais e Provinciais. Na região existem algumas atrações naturais tais como as pirâmides de terra (Plata, Renon), vários desfiladeiros (Bletterbach, Rastenbachklamm) e inúmeras cachoeiras como as do Vale di Genova com as cachoeiras Nardis e Lares, do Vale Daone com as cachoeiras Lert e Ribor, do Vale Venosta/Vinschgau com a cachoeira Parcines, do Vale di Rabbi com a cachoeira Regagnolo e a cascata de Stange em Racines perto de Vipiteno/Sterzing.

Ao longo do Lago de Garda existem estâncias de férias bem conhecidas como as vilas de Riva del Garda e Torbole. Perto de Trento há os lagos de Levico e Caldonazzo, que são também locais de férias muito populares. Entre os mais populares estâncias termais existem Peio, Levico, Merano e Comano. Durante o Advento, seja nas quatro semanas antes de Natal os famosos Mercados de Natal são muito populares. Os mais famosos são aqueles de Merano/Meran, Bolzano/Bozen, Trento, Bressanone/Brixen, Vipiteno/Sterzing e Brunico/Bruneck.

Entre os locais declarados pela UNESCO Património Mundial os seguintes são encontrados no Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul:

  1. As Dolomitas (2009). Fazem parte deste sítio da UNESCO as seguintes áreas das Dolomitas de Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul: Marmolada (Trento/Belluno), Pale di San Martino San Lucano – Dolomiti Bellunesi – Vette Feltrine (Trento/Belluno), Dolomiti Settentrionali Cadorine, Sett Sass (Trento/Bolzano-Bozen/Belluno), Puez-Odle / Puez-Geisler / Pöz-Odles (Bolzano-Bozen), Sciliar-Catinaccio (Trento/Bolzano-Bozen), Rio delle Foglie (Bolzano-Bozen), Dolomiti di Brenta (Trento).
  2. Dois sítios do Trentino-Alto Ádige/Tirol do Sul são também encontrados no local “Assentamentos pré-históricos antigos nos Alpes” (2011). Eles são: Molina di Ledro (Trento) e Fiavé-Lago Carera (Trento).

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

About admin

banner