Il lago di Mercatale, Sassocorvaro. Credit Marche Turismo, Le Marche di Urbino
Il lago di Mercatale, Sassocorvaro. Credit Marche Turismo, Le Marche di Urbino

As Marcas o que ver: as atrações turísticas

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês Inglês Espanhol

Marche

Marche

As Marcas (Le Marche) são uma região no centro-norte da Itália, localizada junta ao Mar Adriático entre a Emília-Romanha, a Toscana, a Úmbria, o Lácio e o Abruzo. A costa estende-se por 170 km e é principalmente plana e lisa com exceção do litoral ao norte de Pesaro e do promontório do Conero ao sul de Ancona.

O interior da região é montanhoso. As colinas cobrem quase 70% da região das Marcas. Os restantes 30% são compostos de montanhas. A cadeia dos Apeninos Umbro-Marchigianos marca a fronteira com a Úmbria. Na parte sul da região há os Montes Sibillini, onde encontra-se a montanha mais alta das Marcas (Le Marche): O Monte Vettore com 2.478 metros.

Entre os Apeninos e o mar existe uma vasta área de colinas, muitas vezes interrompida por curtos rios perpendiculares à costa. O mais importante dos quais é o Metauro. Para chegar ao mar esses rios muitas vezes devem cavar desfiladeiros nas rochas como a Gola del Furlo, a Gola di Arquata e a Gola della Rossa.

As Marcas são a terra, onde nasceram personagens importantes. Entre elas podemos citar alguns grandes artistas do Renascimento como Raphael (Raffaello Sanzio da Urbino) e Bramante (Donato “Donnino” di Angelo di Pascuccio da Fermignano) ou músicos famosos como Gioacchino Rossini, poetas como Giacomo Leopardi e descendo ao longo do tempo as Marcas tem dado à luz a um imperador, o famoso Federico II, imperador do Sacro Império Romano, que nasceu em Jesi em 1194.

As Marcas o que ver: as atrações turísticas

As Marcas (Le Marche) são uma região com um grande potencial, tanto em termos de turismo cultural e artístico quanto de turismo balnear e de lazer.

O mar é a principal atração turística da região. Existem mais de 170 km de litoral com praias belas, zonas costeiras de grande beleza cênica como o promontório do Conero e balneários como Cattolica, San Benedetto del Tronto, Senigallia, Porto Recanati, Cupramarittima, Civitanova Marche, Grottammare, Portonovo, Sirolo e Numana.

As cidades de arte são uma outra atração fascinante para os turistas, que visitam as Marcas (Le Marche). Urbino é a mais popular e a mais conhecida. Mas vale a pena duma visita completa também às cidades de Ascoli Piceno, Macerata, Ancona, Pesaro, Fabriano, Fermo, Jesi, Urbania e Loreto e às vilas Camerino, Recanati, Tolentino, Corinaldo, Ripatransone, Offida, Pioraco, Arcevia, Matelica, Gradara, Caldarola, Montefortino e San Severino Marche. De interesse turístico são também a abadia medieval de Chiaravalle di Fiastra, a antiga cidade romana de Urbs Salvia (Urbisaglia), as ruínas romanas de Fano e de Ancona e a antiga cidade romana de Suasa perto de Corinaldo. O castelo de Lanciano perto de Castelraimondo, o della Rancia perto de Tolentino e o castelo Pallotta em Calderola valem a pena de visitar. Estâncias termais estão localizadas em Acquasanta Terme, Aspio Terme, Sarnano, Carignano Terme e perto de Tolentino as termas de Santa Lucia.

A paisagem e a natureza das Marcas (Le Marche) são importantes. Devem ser mencionados as famosas grutas de Frasassi (Grotte di Frasassi), o desfiladeiro do Furlo (Gole del Furlo), o desfiladeiro della Rossa (Gola della Rossa) e as belas vistas para as colinas, que podem ser vistas a partir de Cingoli, sendo a varanda das Marcas. Na região existem dois Parques Nacionais (o Parque Nacional dos Montes Sibillini e o Parque Nacional de Gran Sasso e Monti della Laga) e quatro Parques Regionais (o Parque Regional do Conero, o Parque Natural Regional do Monte San Bartolo, o Parque Natural Regional do Sasso Simone e Simoncello e o Parque Natural Regional da Gola della Rossa e Frasassi), bem como numerosas reservas naturais. Nos Montes Sibillini pode desfrutar no inverno de centros de esqui de Sarnano, Bolognola e Castelsantangelo sul Nera.

Como qualquer outra região italiana as Marcas (Le Marche) têm uma interessante variedade de comida e de vinhos. Para citar alguns: As azeitonas recheadas (olive ascolane), os vincisgrassi, a sopa à anconitana, o rostide de peixe, o porco assado (porchetta), os queijos (pecorino, ricotte e caciotte), a charcutaria típica das Marcas (sopressata, presunto, salame di pancetta) e o vinho (Verdicchio, Vernaccia).

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

ALOJAMENTO, AGROTURISMO, B & B E HOTEL

Booking.com

About admin

Avatar