Castel del Monte, Andria, Apúlia. Autor Niccolò Rigacci

A Apúlia o que ver: as atrações turísticas

Questo post è disponibile anche in: Italiano Francês Espanhol

Puglia

Puglia

A Apúlia é uma região muito uniforme do ponto de vista geográfico. O seu território é constituído por uma sucessão de grandes planícies (53,3%) e colinas baixas (45,3%). As montanhas são quase ausentes e apenas 1,4% do território da Apúlia é composta de montanhas.

A Apúlia é limitada ao norte pelo Molise, ao noroeste pela Campânia, ao sudoeste pela Basilicata e é cercada por dois lados pelo mar: Ao leste pelo Mar Adriático e no sudoeste pelo Mar Jônico. A costa da Apúlia estende-se por 800 quilómetros e é por vezes elevada e rochosa como no Gargano e noutras vezes baixa e arenosa.

A Apúlia tem a maior planície da península italiana depois do Vale do Pó, o chamado Tavoliere, que ocupa a parte norte da região e chega ao mar com uma costa de areia e pântanos.

Para o oeste do Planalto na fronteira com a Campânia encontram-se os Monti della Daunia, que fazem parte das ramificações do Appenino Campano. Aqui fica a montanha mais alta da Apúlia: O Monte Cornacchia com 1.152 metros. Para o nordeste do Tavoliere existe o grande promontório montanhoso de pedra calcária de Gargano, que eleva-se até 1.065 metros no Monte Calvo. O Gargano é coroado para o norte ao longo do Mar Adriático pelas lagoas costeiras de Lesina com 51,4 km² e de Varano com 60,5 km².

Ao norte da costa de Gargano fica o pequeno arquipélago das Ilhas Tremiti, uma série de pequenas ilhas e recifes com San Nicola, San Domino, Capraia e Pianosa, que no total não atingem 4 km² de superfície.

Ostuni, Brindisi, Apúlia. Autor Dronkitmaster

Ostuni, Brindisi, Apúlia. Autor Dronkitmaster

A parte central da região é ocupada pelas Murge, uma série de planaltos colinares de calcário e planícies, que não excedem 700 metros de altura. Para o leste entre as Murge e o mar encontra-se a Terra de Bari, um território densamente povoado com uma agricultura rica.

No extremo sul da Apúlia há a península Salentina, encravada entre o mar Adriático e o Mar Jônico, formada a partir duma única prancha plana com ondulações modestas. Aqui está o ponto mais oriental da península italiana: A Punta Palascìa ou Capo d’Otranto. O extremo sul da península Salentina representa a Punta Ristola, localizada perto do Cabo de Santa Maria di Leuca.

Apúlia o que ver: as atrações turísticas

A Apúlia é conhecida por suas cidades, ricas em arte românica e barroca, para os Trulli de Alberobello e pelas grutas de Castellana. Mas o recurso turístico mais importante da Apúlia é o seu litoral, que estende-se por dois mares e para 800 km.

A Grotta Bianca, Grotte di Castellana, Bari, Apúlia. Autor ReMagio

A Grotta Bianca, Grotte di Castellana, Bari, Apúlia. Autor ReMagio

A natureza, protegida por dois Parques Nacionais (Parco nazionale dell’Alta Murgia e Parco Nazionale del Gargano), tem as belezas do Gargano, das ilhas Tremiti, da costa de Salento e da paisagem da Murgia.

A arte românica na Apúlia atinge níveis de primeira ordem e não tem nada a invejar às mais famosas regiões italianas. A cidade de Bari hospeda em seu antigo centro histórico monumentos importantes. Mas outros lugares próximos a Bari como Trani, Canosa di Puglia, Altamura, Bitonto, Barletta, Molfetta, Ruvo di Puglia têm centros históricos realmente interessantes. O imponente Castel del Monte fica perto de Andria, uma outra cidade histórica de grande interesse.

No promontório do Gargano existe um ângulo inesperado fresco e verde: A Floresta Umbra, embora ao longo do mar a sua costa rochosa seja um paraíso à beira-mar ainda em grande parte intacto. Há cidades históricas interessantes como Vieste e balneários como Rodi Garganico, Peschici e Pugnochiuso. No interior do Gargano fica o Monte Sant’Angelo com um enorme património artístico e cultural, incluindo o Santuário de São Miguel Arcanjo (Santuario di San Michele Arcangelo), que remonta ao século XIII. Um pouco além existe San Giovanni Rotondo, um centro de peregrinações mundialmente famoso, ligado ao nome do Padre Pio de Pietralcina.

Torre Sant'Andrea, Melendugno, Lecce, Apúlia. Autor Freddyballo

Torre Sant’Andrea, Melendugno, Lecce, Apúlia. Autor Freddyballo

No Tavoliere existem aldeias notáveis como Lucera com ruínas romanas e edifícios medievais e a encantadora cidade medieval de Troia ao pé do Subappennino Dauno.

No planalto das Murge uma das atrações é a área dos Trulli ou seja o Vale da Itria com a incrível cidade de Alberobello e as famosas grutas de Castellana. Mas nas Murge há também outros lugares interessantes como Locorotondo, Martina Franca e Ostuni. Outras atrações são os restos arqueológicos de Egnazia e o Zoo Safari Fasanolandia perto de Fasano. Perto de Taranto os assentamentos na rocha das ravinas de Massafra estão localizados num ambiente natural espetacular. Ao longo da costa ao sul de Bari existem os balneários à beira-mar de Polignano a Mare, Torre Canne e Marina di Ostuni.

A cidade de Lecce é uma jóia de arte barroca e abriga numerosos monumentos originais e edifícios, que datam do século XVII. Ao sul de Lecce encontram-se as cidades fortificadas de Otranto e Gallipoli e os balneários de praia de San Cataldo, de Santa Maria di Leuca, de Torre San Giovanni (Ugento) e de Santa Cesarea Terme, o último sendo as termas mais importantes da Apúlia.

Alberobello, Bari, Apúlia. Autor Istvánka

Alberobello, Bari, Apúlia. Autor Istvánka

Os seguintes sítios da Apúlia fazem parte dos sítios do património mundial da UNESCO:

  1. Castel del Monte (1996).
  2. Os trulli de Alberobello (1996)
  3. Os lombardos na Itália. Os lugares de poder de A.D. 568 até 774 (2011). Um deles existe na Apúlia: O Santuário de San Michele em Monte Sant’Angelo no Gargano

Entre os sítios da Apúlia propostos para entrar na lista da UNESCO há:

  1. A Via Appia “Regina Viarum”
  2. O Salento e o “Barocco Leccese”
  3. As catedrais românicas da Apúlia
  4. Monte Sant’Angelo e a Via Sacra Langobardorum
  5. A transumância: O caminho real dos pastores
  6. As Murge de Altamura
  7. As Cavernas cársicas da Apúlia pré-histórica

Texto português corrigido por Dietrich Köster.

About admin

banner
Close
GDPR
Le leggi dell'UE richiedono che chiediamo il tuo consenso all'uso dei cookies. Utilizziamo i cookie per garantire che il nostro sito funzioni correttamente. Alcuni nostri partner pubblicitari raccolgono anche dati e utilizzano i cookie per pubblicare annunci personalizzati.




Sottoscrivete il nostro canale YOUTUBE: